Sem a presença do Rei, CBF inaugura estátua de Pelé

Pelé recebe uma estátua com homenagem

A quatro meses do aniversário de 50 anos do Tricampeonato do Brasil, a CBF iniciou as comemorações de uma das mais simbólicas conquistas do futebol brasileiro. A entidade inaugurou, na tarde desta quinta-feira, sua nova atração do Museu da Seleção Brasileira: a estátua do Rei Pelé. Com problemas de mobilidade, o ídolo não compareceu à cerimônia. Mas aprovou a peça.

Antes da inauguração oficial, a CBF levou a estátua até a casa do ex-jogador, em Santos, para Pelé dar o seu aval. O único jogador da história a vencer três Copas do Mundo ficou não só ficou feliz ao ver sua imagem eternizada. Como até se achou mais bonito.

– Com respeito à beleza, a estátua é muito mais bonita. E acho que um grande presente de Deus é justamente isso, poder deixar essas mensagens boas, essas lembranças boas, para a futura geração que vem aí. Eu agradeço a todos, de coração, e agradeço a Deus por estar com saúde nessa homenagem, nesse momento – declarou Pelé, em entrevista à CBF TV na sua casa, quando recebeu a estátua.

Nove tricampeões estiveram presentes na inauguração da estátua: os ex-goleiros Leão e Ado, os ex-zagueiros Brito e Piazza, o ex-volante Clodoaldo, e os ex-atacantes Jairzinho, Roberto Miranda, Dadá Maravilha e Edu. Alexandre Torres, filho do capitão Carlos Alberto Torres, esteve no evento representando o pai, que faleceu em 2016.

Além deles, Tite, técnico da Seleção, também esteve marcou presença, assim como dirigentes da entidade, entre eles, o presidente Rogério Caboclo.

Fonte: Rádio Videira/Globo.com
Foto: Globo.com