Quem ganhou auxílio de R$ 600 pode ter que devolver

Foram mais de 118 milhões solicitações do auxílio

Beneficiários do auxílio emergencial que se recuperarem financeiramente em 2021 terão que devolver as três parcelas de R$ 600 ao governo.  De acordo com a última atualização da lei que criou o auxílio, o Senado Federal incluiu a devolução do recurso para quem receber mais que R$ 28 mil no ano que vem.

A atualização foi sancionada pelo presidente da república. Com isso, em especial microempreendedores individuais, ao retornarem as atividades e ultrapassarem este limite terão que devolver o benefício, inclusive dos dependentes.

O auxílio emergencial criado pelo governo federal é para ajudar quem teve a renda afetada pela pandemia de coronavírus. Os pagamentos já estão na segunda parcela. Quase 60 milhões de brasileiros tiveram acesso ao benefício, voltado para trabalhadores informais, desempregados, microempreendedores individuais e beneficiários do bolsa família.

De acordo com a Dataprev, desde o início do programa, em sete de abril deste ano, foram mais de 118 milhões solicitações do auxílio. Mais de 36 milhões foram negados e aproximadamente 16 milhões considerados inconclusivos.

Fonte: Jornalismo Rádio Videira/Mais News
Foto: Divulgação