Município indenizará pais que tiveram outra pessoa sepultada em túmulo de bebê

Uma família deverá ser indenizada pela prefeitura de Herval d’Oeste, no Meio-Oeste de Santa Catarina, depois que o túmulo em que estava sepultado um bebê, desde 2006, foi violado para sepultar outra pessoa. 

Uma família deverá ser indenizada pela prefeitura de Herval d’Oeste, no Meio-Oeste de Santa Catarina, depois que o túmulo em que estava sepultado um bebê, desde 2006, foi violado para sepultar outra  pessoa. 

O fato aconteceu em 2015, e a decisão da justiça foi publicada nesta semana. Segundo o TJSC, a família procurou a prefeitura na época, mas nenhuma ação foi tomada.

Diante da gravidade do caso, a justiça confirmou o dever do município em indenizar o casal. Eles receberão R$ 18 mil, acrescidos de juros e correção monetária. A administração municipal também terá que retirar os restos mortais do homem no prazo de 30 dias, sob pena de multa diária de R$ 300.

 

Fonte: TJSC
Foto: Divulgação