Hemerson Maria vê favoritismo do Avaí e prevê dificuldade da Chape em início do estadual

A Chape se prepara para o estadual

Conhecedor do futebol catarinense como poucos técnicos que irão disputar o estadual em 2020, Hemerson Maria está atento aos adversários e vê o favoritismo pender para o lado do Avaí. O Leão fez movimentações interessantes no mercado de transferências, com nomes como Valdívia e Bruno Silva, do Inter, e Rildo, ex-jogador da Chape, mas também com passagens por Santos e Corinthians.

Mesmo que os holofotes estejam no Avaí, Maria vê o Campeonato Catarinense com equilíbrio. Cinco clubes estão nas três primeiras divisões nacionais, e naturalmente entram um passo à frente pelo poder de investimento maior. Por outro lado, é comum clubes considerados menores surpreenderem com planejamento e elencos bem montados.

– Já disputei regionais no Brasil, e nosso campeonato é um dos mais difíceis. É equilibrado, mas eu penso que neste primeiro momento o Avaí fez boas contratações, manteve a base do ano passado. O Brusque também, com jogadores que jogam juntos há bastante tempo. O Criciúma se reestruturando com jogadores locais, contratações de jovens. O Figueirense também fez boas contratações. É uma incógnita. Não vai fugir muito das cinco forças e pode aparecer alguma ou outra equipe como surpresa – disse o técnico.

A Chapecoense, com planejamento oposto ao do Avaí, fez poucas contratações e nenhuma que atraia grande atenção. A intenção do Verdão é manter os pés no chão durante o estadual com atletas que já estão no elenco desde a temporada passada. Novos reforços devem chegar para o Catarinense, mas principalmente para a Série B.

Os dois terão os caminhos cruzados na próxima quarta-feira, quando se enfrentam na estreia do estadual, na Arena Condá. O jogo reedita a final do ano passado, mas desta vez em início de temporada, com nenhum dos clubes com 100% de sua força.

É justamente o momento em que Hemerson Maria prevê maior dificuldade para a Chapecoense.

– O ideal seria ter o grupo completo, mas não podemos nos precipitar. No primeiro semestre muitos atletas dão preferência ao Campeonato Paulista, um pouco mais atrativo. Atletas que gostaríamos de trazer, foram para lá. Temos um grupo forte. Tivemos problemas médicos que tem atrapalhado, como o Renato e o Hiago, que se apresentaram lesionados. Tivemos a perda do Campanharo, que é uma característica única, faz o corredor direito.

“Para a estreia temos um grupo que vai honrar a tradição da Chapecoense, vamos ter um pouco de dificuldade, mas é assim mesmo. Início de temporada, com reformulação, tem esse desafio. Primeiro extrair o que tem de melhor no elenco e depois ir atrás de reposição.”

 A estreia do Verdão do Oeste em 2020 será no dia 22, às 21h30, diante do Avaí, na Arena Condá, em Chapecó, pela primeira rodada do Campeonato Catarinense.

 

 

Fonte: Rádio Videira/Globo.com
Foto: Divulgação
Comentários
Carregando...