Governo de SC assina convocação de 100 policiais civis e 96 profissionais para o IGP

Cursos preparatórios devem começar em outubro

O governador Carlos Moisés (PSL) assinou nesta segunda-feira, 2, a convocação de 50 escrivães e 50 agentes de Polícia Civil, bem como 94 peritos e dois papiloscopistas para o Instituto Geral de Perícias (IGP).

Ainda em agosto, o governo anunciou a contratação de profissionais para a Segurança Pública no segundo semestre. O prazo para o chamamento desta primeira leva de profissionais era 1º de setembro.

Segundo o Governo do Estado, os cursos preparatórios para os profissionais do IGP e Polícia Civil começam em outubro.

Antes do profissional estar apto a atuar na função do IGP, ele passa por aulas presenciais e à distância, além do estágio supervisionado. O tempo de preparação é de três a quatro meses – dependendo do cargo.

Já para a Polícia Civil, o tempo de treinamento é de cinco meses. Ainda não está definida a distribuição dos profissionais no estado. Segundo o governo, o processo deve seguir critérios técnicos.

Outros chamamentos

Em 1º de novembro, 150 soldados do Corpo de Bombeiros serão chamados. Até março de 2020, devem ser chamados outros 142 bombeiros, conforme o governador.

Ainda sem data, mas com garantia de contratação, Moisés disse que mais concursados das polícias Militar e Civil devem ser chamados no próximo ano.

A previsão é que das 70 vagas para oficiais, será feita a primeira chamada de 35 vagas e depois outras 35. Já das mil vagas para soldados, serão chamadas 500 e depois mais 500.

Fonte: Jornalismo Rádio Videira/ G1
Foto: Imagem ilustrativa/ Divulgação
Comentários
Carregando...