Governador de SP confirma retorno do Paulistão

Hoje algumas cidades não receberiam os jogos

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quarta-feira que o Campeonato Paulista está autorizado a retornar no dia 22 de julho.

Ele esteve acompanhado, em coletiva de imprensa, pelo presidente da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos, e pelo ex-volante Mauro Silva, um dos vice-presidentes da entidade.

A Federação, um dia antes, havia pedido ao governo estadual que autorizasse o retorno do Paulistão para a data agora liberada por Doria.

 

– No dia 22 de julho, vai acontecer a primeira rodada do Campeonato Paulista. O Paulistão foi paralisado faltando seis rodadas para chegar ao final. A previsão é de que a final seja disputada possivelmente no dia 8 de agosto, sábado, e no dia seguinte, ao que tudo indica, começa o Campeonato Brasileiro – disse o governador.

O presidente da Federação Paulista disse que está em contato com a CBF para debater o calendário, dada a distância de apenas um dia entre a final do Paulistão e o começo do Brasileirão. A ideia é esperar a definição dos finalistas do Estadual para decidir o que fazer com os jogos de abertura deles no Nacional.

– Vamos achar o melhor caminho, a melhor forma. Esse assunto vai ser tratado quando definirmos os dois finalistas. Depende de quem estiver na final – afirmou Reinaldo Carneiro Bastos.

O pedido da FPF para retorno no dia 22 de julho havia incluído um protocolo de operação de jogos para a conclusão do Campeonato Paulista, interrompido no dia 16 de março por conta da pandemia do novo coronavírus.

O documento prevê menos de 200 pessoas nas partidas, divisão dos estádios por zonas e confinamento dos 16 clubes da Série A1 do Paulistão em locais previamente determinados para o controle dos profissionais envolvidos nas partidas.

– O futebol de São Paulo vai continuar respeitando vidas e cumprindo rigorosamente os protocolos – disse o presidente da Federação Paulista de Futebol.

As cidades em fase vermelha têm outro problema: o avanço de cor ocorre a cada duas semanas, e a última atualização foi no dia 3. Com isso, elas só poderão chegar à fase amarela no dia 31 de julho, passando antes pela laranja (no dia 17).

 

 

 

Fonte: Rádio Videira/Globo.com
Foto: Divulgação