Epagri tem boas estimativas para safra de verão 2020/21

Algumas características vão marcar a próxima safra de verão, entre elas o mercado aquecido para as principais culturas

Algumas características vão marcar a próxima safra de verão, entre elas o mercado aquecido para as principais culturas. O aumento do recurso disponível para a safra e a redução dos juros também foram ressaltados pela analista, que chamou atenção ainda para a elevação dos custos de produção, causada pelo impacto do dólar alto nos produtos que utilizam insumos importados.

Área plantada do milho silagem vem crescendo à taxa média de 13,6% ao ano

Se as estimativas se confirmarem, o arroz deve chegar ao final da safra 2020/21 com uma produtividade de 8.418 kg/ha, aumento de 0,32% em relação ao último ciclo agrícola. O total produzido esperado é de 1.258.123t. Na safra 2019/20 o grão já alcançou produtividade acima média, quando ficou em 8.391kg/ha.

Haroldo Tavares Elias, analista de socioeconomia da Epagri/Cepa, comenta dizendo que uma série de fatores tornaram os preços atrativo no caso do arroz.

 

Em relação ao milho grão, Haroldo aponto crescimento em torno de 3% na área cultivada.

 

O profissional informa que em relação a soja, a área de cultivo apresenta evolução gradativa, já para o feijão apresenta redução na área cultivadas.

Fonte: Jornalismo Rádio Videira
Foto: Divulgação