Dive confirma mais uma morte de macaco por febre amarela em SC

Animal morreu em Jaraguá do Sul, em junho

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive/SC) confirmou na semana passada a quarta morte de macaco por febre amarela no estado em 2019. O bugio foi a óbito no município de Jaraguá do Sul no dia 21 de junho. A Dive reforça que os macacos não transmitem a febre amarela: eles são vítimas da doença e sinalizam a circulação do vírus na região.

Neste sentido, a coordenadora da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Videira, Alessandra Perazzoli, lembra a população que os órgãos competentes devem ser avisados não só dos óbitos, mas também de animais doentes e até mesmo caso ocorra a localização de ossada da espécie para que seja feita a verificação da causa da morte. No último ano, em Videira, foram feitas investigações a respeito da morte de dois macacos, constatando que eles não possuíam a doença.

Alessandra também alerta sobre a importância da imunização contra a febre amarela, disponibilizada em Videira nas três salas de vacina: no PAM, no bairro Amarante e no bairro De Carli.

Alessandra Perazzoli é a coordenadora da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Videira
Fonte: Jornalismo Rádio Videira/ Com informações Dive/SC
Foto: Ronaldo Cardoso/ Arquivo Pessoal
Comentários
Carregando...