Coronavírus: Justiça manda soltar mais de mil detentos em SC

Decisão do Poder Judiciário vale para os presos que estão em grupos mais vulneráveis à doença e para aqueles que já estão perto de progredir para o regime aberto

Em Santa Catarina, 1.077 detentos do sistema prisional foram soltos no sábado (21) por determinação judicial em função da pandemia do novo coronavírus, informou a Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa (SAP). O estado decretou situação de emergência no último dia 17 por causa da Covid-19 e, até a noite deste domingo (22), contabilizava 68 casos da doença.

A decisão do Poder Judiciário vale para os presos que estão em grupos mais vulneráveis à doença, como idosos e portadores de doenças como diabetes, câncer e HIV, e aqueles internos que já estão perto de progredir para o regime aberto.

As visitas a detentos já estavam suspensas desde que o decreto entrou em vigor, mas como os presos ainda têm contato com advogados e agentes prisionais, existe o risco de contaminação.

De acordo com a secretaria, a medida busca prestar eventual apoio às unidades prisionais. Em São Paulo, as medidas restritivas ocasionaram rebeliões em pelo menos quatro presídios. Mais de 1,3 mil presos fugiram.

Fonte: Jornalismo Rádio Videira/ G1
Foto: Imagem ilustrativa/ Divulgação