Coronavírus: idosos são mais vulneráveis e precisam de cuidados especiais

Médico destaca que este é um momento de evitar visitas e estar atento ao surgimento de algum sintoma entre os idosos

Apesar dos cuidados em relação a prevenção ao Covid-19 serem universais, os idosos e as pessoas que os cercam precisam ter ainda mais atenção em meio à pandemia.

Estudos feitos por órgãos como o Centro de Controle e Prevenção de Doenças da China, país que foi o epicentro da doença, apontam que a letalidade pelo coronavírus progride conforme a faixa etária, atingindo diretamente os mais velhos.

A taxa de mortalidade aumenta progressivamente conforme a idade dos pacientes, ficando mais preocupante em pessoas acima dos 70 anos, e especialmente mais crítica nos idosos com mais de 80.

Por esse motivo, o médico Jean Pascoal destaca que este é um momento de evitar visitas e estar atento ao surgimento de algum sintoma entre os idosos.

 

No Lar O Bom Samaritano de Videira, instituição que abriga 24 idosos, as orientações já estão sendo aplicadas. É o que conta a assistente social Daiane Rostirola.

 

Nas últimas semanas, usuários das redes sociais compartilharam bons exemplos de solidariedade com os mais velhos. Em algumas cidades, vizinhos criaram redes de apoio oferecendo-se para ir a farmácia e ao supermercado de forma voluntária para que os idosos pudessem se resguardar e ficar em casa, evitando um possível contato com o vírus.

Fonte: Jornalismo Rádio Videira
Foto: Imagem ilustrativa/ Divulgação