Conmebol aprova Sul-Americana com fase de grupos e marca final da Libertadores

Decisão da Libertadores do ano que vem será em 20 de novembro

A possibilidade de a Copa Sul-Americana passar a ter uma fase de grupos se concretizará a partir do ano que vem. A Conmebol aprovou nesta sexta-feira, após reunião de seu conselho em videoconferência, a mudança no formato de sua segunda principal competição de clubes. A edição de 2021, desta forma, terá formato semelhante ao da Copa Libertadores.

– O Conselho aprovou as modificações no formato da CONMEBOL Sul-Americana para 2021, incluindo uma fase de grupos com o fim de garantir uma maior representatividade dos países – diz a nota divulgada pela confederação.

O conselho também deliberou sobre as datas dos torneios continentais que serão realizados no próximo ano, marcando a final da Copa Libertadores para o dia 20 de novembro de 2021 e a decisão da Sul-Americana para o dia 6 do mesmo mês – ambas sem local definido. A Copa América, que será disputada na Argentina e na Colômbia, será realizada entre 9 de junho e 7 de julho.

Nova Sul-Americana

A Conmebol detalhou como será a edição 2021 em um documento específico. O torneio será dividido em três grandes fases, assim como a Libertadores: a fase preliminar eliminatória, que definirá os últimos classificados; a fase de grupos; e a fase final, que vai das oitavas até a grande decisão. A fase preliminar terá jogos de ida e voltas entre times do mesmo país – exceto Brasil e Argentina. Os confrontos da fase preliminar serão sorteados entre os quatro representantes de cada país.

A fase de grupos, desta forma, terá os 16 times que avançarão da fase preliminar (dois de cada país), além de seis representantes do Brasil e seis da Argentina, que terão vagas diretas. Os outros quatro times serão os eliminados da última fase preliminar da Copa Libertadores (pré-Libertadores).

Fase de grupos: 16 times da fase preliminar + 6 times do Brasil + 6 times da Argentina + 4 eliminados da última fase da Pré-Libertadores

 As equipes que caírem na fase de grupos da Libertadores entrarão direto nas oitavas de final, ficando com metade das vagas. As outras oito vagas serão dos primeiros colocados de cada grupo da Sul-Americana.

Oitavas de final: primeiro colocado de cada grupo da Sul-Americana + terceiro colocado de cada grupo da Libertadores

 A principal razão para a mudança é financeira. No formato atual, clubes tradicionais correm o risco da eliminação após a disputa de apenas dois jogos. Com uma fase de grupos, teriam uma quantidade mínima de partidas. Portanto, os clubes e a entidade sul-americana poderiam faturar mais com direitos de transmissão.

 

Fonte: Rádio Videira/Globo.com
Foto: Divulgação