Chapecoense volta aos treinamentos através de plataforma virtual

O Governado não liberou treinamentos no campo

A Chapecoense definiu que o retorno aos treinos do elenco serão individualizados e através de uma plataforma virtual. O grupo estava em férias até o dia 30 de abril por conta da pandemia da Covid-19.

Na manhã desta segunda-feira, a diretoria se reuniu por videoconferência com a comissão técnica e definiu os próximos passos no planejamento, enquanto aguarda a resposta do governo para voltar aos trabalhos em campo.

Os atletas devem receber a cartilha de treinos com a supervisão e acompanhamento da comissão técnica, que irá monitorar o grupo de forma remota.

Por conta da paralisação das atividades desde 16 de março em função da pandemia do coronavírus, a Chapecoense comunicou também na semana passada a redução em 25% dos salários dos atletas, além do corte de metade do direito de imagem de atletas e comissão técnica.

O treinador da Chape disse que no momento futebol é secundário.

Técnico da Chapecoense, Umberto Louzer participou do “Troca de Passes” deste domingo. Em entrevista por vídeo-conferência de sua casa em Chapecó, o treinador alviverde se mostrou contrário à volta do futebol em meio à pandemia do coronavírus. O clube convocou os jogadores de volta após as férias e estuda como recomeçar os trabalhos a partir de segunda-feira.

– O futebol no momento é secundário, temos que focar na vida. Eu acredito que só possa ter esse retorno quando você garantir mesmo a integridade e a saúde de todos os envolvidos. (…) Você tocou em uma palavra que é fundamental: segurança. A gente sabe que tem um fator econômico também que acaba pressionando todos os lados, mas a gente tem que priorizar a vida. Até porque a questão econômica você consegue recuperar mais para frente, a vida não tem como retornar.

 

Fonte: Rádio Videira/Globo.com
Foto: Divulgação