Black Friday: Procon divulga lista de sites que devem ser evitados

Órgão também dá dicas para que os consumidores possam se preparar para aproveitar as ofertas sem sofrer prejuízos

A Black Friday, um dos eventos mais aguardados pelos consumidores, está chegando. Tradicional por ocorrer sempre na última sexta-feira do mês de novembro, neste ano ela acontece no dia 29. Para aproveitar as ofertas sem sofrer nenhum tipo de prejuízo, é importante que o consumidor fique atento e prepare-se com antecedência para fazer suas compras.

Visando orientar os consumidores neste sentido, o Procon de Santa Catarina divulgou uma lista de sites de lojas que devem ser evitados. A relação está disponível na página do Procon, que pode ser acessada clicando aqui.

Há reclamações diversas que ficam como alerta aos consumidores: desde fretes muito caros até atraso nas entregas, além de produtos danificados ou que divergem do anunciado. Assim, essa lista procura evitar que a população seja lesada e o tão sonhado desconto acabe se transformando em pesadelo.

Confira as dicas do Procon/SC:
1) É importante o consumidor se cadastrar no site que deseja fazer a compra dias antes da Black Friday, para comparar a possível variação de preços;
2) Para evitar o endividamento, o consumidor não deve se deixar levar pelo impulso e adquirir apenas o que realmente precisa;
3) As compras on-line só devem ser feitas em sites seguros e confiáveis, de preferência que tenham cadeado no endereço eletrônico da loja. Isso deve ajudar a evitar sites maliciosos que estão tentando obter informações pessoais;
5) Procure no site informações básicas sobre o fornecedor: nome da empresa, CNPJ/CPF, endereços físicos e eletrônicos, telefone e demais informações que possibilitem seu contato e localização;
6) Guarde todos os registros de sua compra, como e-mails de confirmação, códigos de localização e de realização da compra. De preferência, utilize como meio de pagamento o cartão de crédito, pois caso haja algum problema é mais fácil de fazer o estorno;
Em caso de dúvidas ou reclamações, o consumidor poderá fazer sua reclamação on-line, através da plataforma www.consumidor.gov.br. O consumidor também poderá procurar o Procon de sua cidade.

Fonte: Jornalismo Rádio Videira/ Procon/SC
Foto: Imagem ilustrativa/ Divulgação
Comentários
Carregando...