Autônomos e empresários: Reflexos do coronavírus afetam faturamento desta classe em Videira

Alguns setores voltaram as suas atividades normais nesta quarta-feira (8)

O Governo do Estado liberou, a partir desta quarta-feira (8), o funcionamento de estabelecimentos da cadeia produtiva automotiva, náutica, de implementos agrícolas e lavanderias. A medida faz parte das ações para garantir o convívio responsável com o novo coronavírus à medida em que o Estado vai fortalecendo o sistema público de saúde. O anúncio foi feito pelo governador Carlos Moisés na noite da terça-feira, quando também anunciou a prorrogação das medidas de isolamento social por mais cinco dias.

Os setores que voltaram as suas atividades normais são, a cadeia automotiva, náutica e de implementos agrícolas inclui estabelecimentos como oficinas mecânicas, autoelétricas, borracharias, comércio de veículos e autopeças, locação, despachantes, autoescolas, serviços inspeção veicular e lavações. A liberação das lavanderias também se aplica a tinturarias e lavanderias de auto-serviço.

Para Alexandre Rubini sócio-proprietário de oficina mecânica o prejuízo de mais de 20 dias parados é grande, e hoje pela manhã muitos pedidos de serviços já haviam sido feitos.

 

Para Odacir Dezanet, gerente  de vendas da Corboni Fiat, atividade que também voltou hoje, o impacto econômico negativo foi muito grande e chegou o momento de se readaptar a esse novo cenário.

 

Já o setor de salões de beleza, estética e outras áreas de saúde retornaram suas atividades na ultima segunda-feira (6). Para Filipe Correa que é sócio em uma barbearia, a procura por serviços é grande, mas os prejuízos do tempo parado, são maiores.

 

Outro ramo que já está atuando desde a semana passada é a cadeia da construção civil. Para Camilo De Costa da Goaço Materiais de Construção, vai ser necessário muito empenho e criatividade para tentar diminuir o prejuízo dos dias parados.

Fonte: Jornalismo Rádio Videira
Foto: Divulgação