Aposentado apela para consignado durante pandemia

Banco Central apontou alta de 25% neste tipo de empréstimo

O número de empréstimos consignados para aposentados e pensionistas do INSS cresceu durante a pandemia. O Banco Central apontou uma alta de 25% no número de operações deste tipo durante os seis primeiros meses do ano.

Foram mais de R$ 46 bilhões contratados em empréstimos consignados, aqueles descontados direto na aposentadoria. Juntando todas a operações vigentes no INSS, o saldo total de dívidas dos aposentados para o consignado é de R$ 855 bilhões, número que também subiu em comparação com 2019.

O INSS informou que hoje existem mais de 34 milhões de contratos ativos de empréstimos consignados. A Previdência destacou que durante a pandemia da covid-19 diversas medidas foram tomadas para que os aposentados não recorressem à empréstimos.

Uma delas foi a antecipação das parcelas do 13º salário. Vale lembrar que os aposentados não podem ter mais do que nove empréstimos consignados contratados de uma vez e as parcelas somadas não podem comprometer mais de 30% do valor da aposentadoria.

Fonte: Jornalismo Rádio Videira/Mais News
Foto: Divulgação